Quem tem perda óssea dentária pode usar aparelho?

Atendimento por Whatsapp

É comum pacientes com problemas periodontais, que geram perda óssea dentária, nos procurarem aqui na clínica com o seguinte questionamento: “Preciso usar aparelho ortodôntico. Mas isso é possível mesmo nessa situação?”.

A verdade é que sim, pacientes que enfrentam problemas periodontais podem usar aparelho ortodôntico. No entanto, é preciso fazê-lo de maneira adequada para esses casos, e isso envolve diferenças em termos de tratamentos.

Antes de qualquer coisa, é necessária uma observação clínica muito precisa e detalhista, com radiografias e utilização de demais exames que confirmem a situação de cada paciente, indiquem seu estado de saúde e o grau do problema periodontal. Assim, será possível definir como será o tratamento ortodôntico e que cuidados teremos que ter durante esse processo.

Um tratamento ortodôntico realizado de uma forma inadequada em pacientes com questões periodontais pode acabar tendo problemas dos tecidos de suporte. É porque a combinação de inflamação, pressão do aparelho ortodôntico e trauma oclusal pode gerar uma destruição ainda mais acelerada dos tecidos de suporte.

Em termos clínicos, é imprescindível que o tratamento periodontal seja feito com a eliminação da placa antes de o dentista instalar o aparelho ortodôntico no paciente. Além disso, ele precisará orientar o paciente sobre os cuidados necessários com a sua higiene bucal, já que isso interferirá diretamente no tratamento ortodôntico.

A perda óssea

A perda óssea constitui um desgaste do osso alveolar e pode surgir em pessoas de todas as idades.

Esses pacientes desenvolvem uma condição chamada periodontite. É uma doença que afeta o conjunto de tecidos que sustentam e nutrem o dente na cavidade bucal, chamado de periodonto.

O tratamento, em casos de periodontite em estágio avançado, precisa ser feito com forças brandas e movimentos curtos, que mantém os níveis de placa bacteriana sempre baixos. O acompanhamento de um periodontista se faz extremamente necessário – via de regra, as visitas ao consultório devem ser feitas a cada três meses.

O tratamento ortodôntico em pacientes jovens é mais ágil, então a situação acaba um tanto facilitada. Porém, é importante ressaltar que a higiene bucal precisa ser reforçada, pois o acúmulo de placa nesse período da vida é maior do que em pacientes adultos.

A contenção ou manutenção pós-tratamento ortodôntico, principalmente para pacientes periodontais, deve ser mantida por um longo período de tempo, sobretudo na região dos dentes incisivos inferiores.

Médico ortodontista mostra como o sistema de aparelho nos dentes é organizado Foto Premium

É o seu caso?

A cooperação interdisciplinar entre as áreas da periodontia e da ortodontia tem potencial para transformar a vida de pacientes que apresentam problemas dentários e gengivais, que acabam refletindo não só na saúde, mas também em questões estéticas e, por isso, psicológicas.

Você sofre com problemas periodontais e precisa utilizar aparelho ortodôntico? Ficou em dúvida sobre como proceder com os devidos tratamentos? Entre em contato com a equipe da Clinodente e agende uma avaliação.

Nossa equipe interdisciplinar terá prazer em atendê-lo e, juntos, discutir a melhor solução para o seu caso. O seu sorriso merece, né?!