Cuidados com a higiene bucal ao amamentar

Atendimento por Whatsapp

Leite materno traz benefícios, mas é preciso atenção com a higiene bucal do bebê

Cuidados-com-a-higiene-bucal-ao-amamentar

 

Na última terça-feira (1) foi comemorado o Dia Mundial da Amamentação. Esta data tem como objetivo lembrar a importância do aleitamento materno para as crianças. No entanto, também é necessário cuidar da higiene bucal ao amamentar. Conheça a seguir os cuidados nesta fase.

Dicas de higiene bucal ao amamentar

A higiene bucal ao amamentar exige alguns cuidados, pois é importante remover os resíduos deixados pelo leite para que ocorra um crescimento saudável da criança.

Os cuidados com a higiene bucal devem começar nos primeiros dias de vida do bebê. O recém-nascido, ao ingerir o leite, acaba acumulando resíduos na mucosa bucal, que pode causar placas bacterianas.

Neste caso a higienização nos bebês é feita de forma diferente, portanto, ao invés da escova de dente e o fio dental é usado uma gaze ou uma fralda umedecida em água limpa.

A limpeza precisa ser feita regularmente procurando eliminar os resíduos deixados pelo leite. Conforme o bebê cresce, a higienização passa a ser de outra forma, com dedeiras e escovas com creme dental sem flúor, por exemplo. Saiba mais.

Para auxiliar neste processo é fundamental ter o acompanhamento de um profissional. De início o auxílio pode ser feito durante a gestação, assim os pais podem tirar as dúvidas e receber orientações para garantir uma boa saúde bucal do filho.

Curiosidades da amamentação

  • A amamentação ajuda no desenvolvimento muscular e esquelético da face. Com a suçção é possível fazer movimentos de avanço e retração da mandíbula.

  • A cárie é transmissível e pode ser adquirida de mãe para filho, por isto, nunca sopre ou experimente a comida com a mesma colher.

  • A cárie de mamadeira ocorre devido à ingestão de leite e líquidos açucarados. Com a falta da higiene bucal, pode causar dor e dificuldade de alimentação.

Benefícios da amamentação

O aleitamento materno pode ajudar no crescimento de dentes da criança, sugere um estudo australiano. Mordida aberta, sobre mordida e desalinhamentos dentais moderados são menos prevalentes entre as crianças que são amamentadas.

Os pesquisadores estudaram 1.300 crianças por cinco anos, registrando o tipo de amamentação, no nascimento, aos três meses de idade, aos 12 e aos 24 meses e avaliaram a oclusão aos cinco anos de idade.

De acordo com o Pedriatics Journal, importante periódico científico, o estudo reforça que a alimentação exclusiva por aleitamento materno reduz o risco de má oclusão, mas depende de outros fatores, como a duração.

Então é fundamental fazer a higiene bucal ao amamentar para evitar estes problemas.

Possui alguma dúvida? Deixe um comentário ou entre em contato conosco.