Café e refrigerante mancham os dentes?

Atendimento por Whatsapp

No mês de maio comemorou-se o Dia Nacional do Café. No Brasil, o consumo do produto cresceu 4,8% no último ano. É o maior ritmo em 13 anos e a tendência é de avanço, segundo especialistas.

O refrigerante, por aqui, também tem seu lugar cativo. Ao todo, os brasileiros consomem por volta de 14 latas da bebida por mês.

E como fica a saúde bucal com tanto café e refrigerante? Siga conosco para descobrir se essas bebidas mancham seus dentes e como garantir a saúde mesmo se você for um fã de uma das duas.

A pigmentação nos dentes

O que traz cor aos dentes é a dentina. Trata-se de um tecido localizado abaixo do esmalte dental, que protege o dente. Cada um de nós possui uma coloração diferente, e alguns podem ser mais amarelados que outros, o que é natural.

Contudo, algumas bebidas e alimentos podem sim provocar amarelamento ou manchas nos dentes: aqueles que contém excesso de pigmento, como o café e o refrigerante, e também os que são bastante ácidos, como as frutas cítricas e algumas bebidas alcoólicas.

Mas o que fazer para evitar que essas bebidas levem ao surgimento de manchas nos dentes?

Para quem não dispensa um cafezinho ou aquela coca-cola, um dos cuidados essenciais para evitar o amarelamento dos dentes, advindos da forte pigmentação, é fazer um bochecho com água logo após a ingestão. Faça isso em vez de escovar os dentes imediatamente. É que assim você evita a abrasão das superfícies desmineralizadas e provoca a ação remineralizadora da saliva. Faça a escovação apenas cerca de 10 ou 20 minutos depois.

Além disso, no dia a dia é fundamental fazer a higiene bucal adequada. Pelo menos a cada seis meses, faça uma visita ao dentista. O profissional irá avaliar a situação da sua saúde bucal e ver se é necessário uma limpeza mais profunda ou não, que também pode auxiliar na prevenção do aparecimento de manchas. Existe também o polimento, que é capaz de remover a pigmentação mais externa.

E quando os dentes já estiverem manchados?

No caso de pacientes com dentes já manchados ou amarelados, é possível apostar em algum tipo de clareamento dental. Existem algumas versões de clareamento – todas exigem o envolvimento de um profissional devidamente habilitado.

Esse tipo de procedimento permite o clareamento dos tecidos mais internos do dente por meio da ação oxidante do peróxido de hidrogênio, que consegue quebrar as moléculas de pigmento em moléculas menores, favorecendo a reflexão de luz.

Vale lembrar que dentes que estão em processo de clareamento com substâncias à base de peróxido de hidrogênio, ou que passaram por técnicas similares há pouco tempo, ficam mais porosos por algum tempo e, por isso, mais suscetíveis à pigmentação. É por isso que a orientação para quem faz clareamento é que não ingira café, refrigerante ou outros alimentos e bebidas que provocam a pigmentação.

Está com dúvidas? Marque uma consulta. E evite a ingestão excessiva dessas bebidas. Em relação ao café, que tal apostar na versão com leite? É uma boa alternativa. Já o refrigerante, de uma forma ou de outra, é bom evitar ou, pelo menos, não se exceder.