Benefícios e riscos da aplicação do flúor

Atendimento por Whatsapp

O flúor é, na realidade, um elemento químico. O mineral natural fica concentrado por toda a crosta terrestre e acaba sendo largamente distribuído pela natureza. Tanto a água que tomamos quanto alguns alimentos contém esse elemento.

Para a saúde bucal, ele é extremamente importante por ser capaz de evitar a perda de minerais pelos dentes. Isso impede o desgaste provocado por bactérias que geram a cárie e por substâncias ácidas que estão na alimentação e até mesmo em nossa saliva.

Para que possamos desfrutar de todos os benefícios oferecidos por esse mineral, ele é adicionado na água encanada e também em cremes dentais. Contudo, para quem busca uma ação mais potente para fortalecer os dentes, existe a aplicação tópica do flúor concentrado, que deve ser feita por um dentista.

Esse procedimento pode ser feito a partir dos 3 anos de idade. Nessa fase os primeiros dentes já nasceram e podem se beneficiar do flúor que, quando utilizado de maneira equilibrada e por um profissional da odontologia, não apresenta nenhum risco para a saúde.

Para quem é indicado

O flúor é bastante indicado para crianças a partir dos 3 anos, adolescentes, adultos (sobretudo para quem possui raízes expostas) e idosos que apresentam problemas odontológicos.

Essa aplicação do mineral concentrado pode ser feita semestralmente ou de acordo com a indicação do dentista. Ela é fundamental para evitar o desgaste dentário, infecções e cáries. Também atua como dessensibilizante e fecha os poros.

Como a aplicação é feita

A aplicação é realizada pelo dentista e pode ser de várias formas: com a utilização de moldeiras ajustáveis com gel, por bochecho de flúor ou com aplicação direta de verniz de flúor. O produto concentrado deve permanecer em contato com os dentes por cerca de um minuto. Depois do procedimento, o paciente precisa ficar cerca de uma hora sem ingerir nada.

Como saber se a quantidade está correta

Para quem consome água com flúor, possui dentes saudáveis e com baixo risco de cáries, basta a escovação regular com um creme dental que possua flúor. Se a água que você bebe vier de uma rede pública de abastecimento, pode telefonar para a empresa responsável e questionar se ela contém flúor. Caso venha de um poço particular, pode mandar testá-la em laboratório.

Quando o flúor apresenta riscos

Nenhum produto que possua flúor deve ser aplicado ou ingerido em excesso. Ele pode ser tóxico ao organismo e levar ao aumento do risco de fraturas e enrijecimento de articulações ou, ainda, provocar a fluorose, que causa manchas nos dentes.

A dose segura de ingestão do mineral é entre 0,05 a 0,07 mg por quilo de peso, ao longo de um dia. Para evitar o excesso, é importante saber a quantidade presente na água e nos alimentos ingeridos. Via de regra, os cremes dentais possuem uma concentração segura da substância. Essa informação está na embalagem.

Ficou com dúvidas? Quer alguma orientação sobre a aplicação profissional de flúor? Entre em contato com nossa equipe!